Publicado em Poematizese

Cultive o silêncio interior para manter-se presente

Como quem é vivo sempre aparece, cá estou pegando um dos meus textos começados meses atrás para concluí-lo, e principalmente, para redizer (existe essa palavra?) olá aos meus queridos leitores (os fiéis merecem mais que um olá!).

Eu não sei exatamente o que estava pensando com este título, o que sei é que posso expressar como ele soa para mim agora, uma percepção provavelmente semelhante a de três meses atrás quando pensei no assunto.

Estar presente é difícil para qualquer pessoa. Como desviar atenção das pendências ou das lembranças? Como é difícil. Não é à toa que a maioria de nós vive em ansiedade. Olhe ao redor, o mundo está tão cheio de coisas que olhar para si mesmo se tornou dificílimo para qualquer um, apesar de eu achar que para qualquer povo foi difícil.

Sem contar a vida cibernética, um universo completo e complexo capaz de tirar quem quer que seja da realidade e levar as pessoas à um universo paralelo completamente deturpado.

Vamos ao que interessa! Estar presente é um exercício difícil, mas que trás reflexos preciosos para a vida de um modo geral. Digo isso por experiência própria. Nem precisa pensar muito em uma viagem de pensamento que acaba mal, sabe quando você está lendo alguma coisa e perdeu completamente o foco a ponto de passar uma, duas, três páginas sem saber o que está lendo?

Sua mente viajante, assim como a minha, prega essas peças.

Eu quero falar de alguns benefícios de estar presente. Acredito que prestar atenção em você faz desviar a atenção do outro, e, colocando você como o grande personagem da sua vida trás um amadurecimento como ser humano realmente importante para o mundo e lindo para você mesmo. A evolução pessoal, profissional, espiritual, física, intelectual, familiar e social é muito mais simples de se lidar quando você sabe quem realmente é você.

Para saber quem é você, é necessário prestar muita atenção. Isso quem me ensinou foi uma professora de consciência corporal maravilhosa, ela diz que para melhorar seu corpo, você deve estar observando-o o tempo todo. Ela está certíssima, como corrigir a má postura sem prestar atenção que se está relaxando a ponto de se machucar?

Isso se estende à tudo na vida. Quando você está presente, você observa seu corpo, sua alimentação, seus hábitos, seus padrões, seus gostos, o mundo, as pessoas, os sentimentos das pessoas, tudo que está acontecendo ali naquele momento.

Tudo parece fluir de um jeito diferente e com um significado mais singular, porque a importância de cada coisa do momento presente tem mais valor. E cara, isso é lindo: aproveitar a vida de verdade, no momento em que ela está acontecendo.

Eu sou da opinião que crianças são uma benção magnífica. Elas são provas concretas de que cada momento é tão único e pode ser absolutamente emocionante se você permitir que ele seja. Quando estamos brincando com uma criança, se nos permitirmos focar nela e como ela se surpreende com o mundo, parece que de alguma forma o tempo pára e uma conexão se estabelece.

A grande coisa é continuar esse processo ao longo da vida. Ou começar quando perceber que ele é importante, necessário e benéfico. Estar presente é um aliado e tanto para a concentração. Quantas coisas perdemos ou fazemos em um tempo mais longo simplesmente porque a dificuldade de se concentrar faz as coisas demorarem mais tempo de serem assimiladas?

Quem está concentrado otimiza o tempo, atinge melhores resultados, é mais focado e talvez sinta uma experiência de vida mais enriquecedora, no sentido de se permitir vivenciar diversas coisas, devido à sua entrega ser tanta que tudo é possível.

Grandes mestres nos ensinaram que a reflexão é necessária para a evolução. A prática se dá como? Pelas ações. Ações conscientes o tempo todo. Não dá para ser vegetariano na sexta-feira e carnívoro de sábado à quinta-feira, você não estará sendo nenhuma das duas coisas realmente.

Tudo é um processo de construção, estar atento a cada pedra dessa construção é um trabalho da atenção. Atenção no presente.

Ou seja, silenciar a preocupação com o futuro ou com as mágoas do passado é ajudar que o presente seja lindo. Vivido na plenitude que merecemos ter na vida. Se é fácil? Indizivelmente difícil. Mas que vale a pena, uau. Não dá para expressar como vale.

Aproveito e deixo esse vídeo como incentivo de treino!

Autor:

Metamorfose ambulante, ♥

7 comentários em “Cultive o silêncio interior para manter-se presente

      1. E se você sentir que deve, compartilhe ele com as pessoas que precisam ler… Ou com as que ainda não sabem que precisam. Quem sabe você melhora um pouquinho o dia delas, né?!

        Curtir

      2. Moça, olha que eu até já fiz isso. Mas foi com um outro post. Haha.

        O compartilhamento sempre rola naturalmente, é inevitável. Ainda mais quando o conteúdo é bom.

        Dê uma passada lá no Prosas quando puder. A opinião de quem manja é sempre gratificante.

        Abraços!

        Curtido por 1 pessoa

Comente sua opinião aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s