Publicado em Poematizese

a arte dos dedos felizes

Para dois amiguinhos fofos, dedico essas palavras com todo carinho.

12510310_1538023589846248_6080811617661069134_n

O movimento dos seus traços são bem mais vida, do que a própria vida prevê.

Senti e me sinto sentida, pois foram suas mãos, seus belos traços e as observações…

Suas, que me fizeram sair dos ossos para tomar a forma das cores.

Que fizeram o mundo ser ondulações, mesmo no plano.

Imagina, que doidera essa sua montanha russa vida viva no papel?

Imagina, que doidera esse mel dos teus lápis aos meus olhos sedentos por açúcar?

Imagina, que doidera. Seus traços tão curtos retratam meu mundo tão fundo no papel.

Imagina, que doidera. Sua lente de aumentando, aumentando a vida, a cor, o silêncio e o amor. 

Imagina, que doidera. Esse seu dom de me contar sem som nenhum.

Imagina, que doidera.

Desenho da minha querida Dani Franbez.

Dedico esse post ao Duda e à Dani, os desenhistas que a vida me deu.

Autor:

Metamorfose ambulante, ♥

Comente sua opinião aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s