Publicado em Poematizese

águas de março fechando o verão.

70° dia do ano.
Por algum motivo hoje é a noite deste ano que mais choveu – que eu me lembre. A primeira noite que eu cheguei encharcada em casa.
Eu coloquei as coisas no chão, tudo estava molhado. Quando me levantei, senti uma única gota escorrendo pelo meu braço esquerdo. Observei o caminho que ela explorava, seu trajeto tinha consequência direta na minha pele: cada fio dos meus pêlos se levantando. Podia ser líbido, mas não é. É uma dor que todos conhecemos, a dor do frio.
Sai na porta e fiquei assistindo o movimento da chuva, imaginei quanta dor os meus vizinhos da calçada estavam sentido…

Autor:

Metamorfose ambulante, ♥

3 comentários em “águas de março fechando o verão.

  1. Olhar-se e por-se no lugar de seu semelhante é um grande passo para o amor incondicional, mas saiba que água por mais que nos traga algum prejuízo ou muitas vezes até o que chamamos de desgraça, ela é o maior prêmio da vida e sem ela não há crescimento. O que ocorre é que nos apossamos dos locais e nos esquecemos dos poderes naturais. Temos que saber conviver harmonicamente com a natureza em sua grandeza e as tempestades fazem parte desse ciclo. 😉

    Curtido por 1 pessoa

    1. Obrigada pelo comentário!
      Pois é, usufruir sem destruir. Parece até impossível, mas sabemos que é o justo. Fico feliz que você tenha essa opinião, se isso se refletir na sua vida, será um mar sem fim de respeito à nossa mãe natureza que você enviará pela sua energia.

      Curtido por 1 pessoa

Comente sua opinião aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s