Publicado em Diversos

A Garota Dinamarquesa, o Filme.

anigif_original-29488-1441115260-4

Hoje vou falar dessa obra incrível que me fez refletir muito.

Resumo do filme:

O filme conta a história de Einar Wegener e sua esposa Gerda Weneger. Ambos pintores, Einar faz paisagens, enquanto que Gerda faz retratos. Einar é mais bem colocado na profissão e por algum tempo tenta ajudar Gerda a propagar seu trabalho pelas galerias.

Com a cumplicidade deste casal, em meio a falta de uma modelo, Gerda pede ao marido para usar as roupas da modelo atrasada com o objetivo de terminar um quadro. Einar enquanto posava para a esposa, passou por um momento muito íntimo e complexo: percebeu o quanto sentir-se mulher lhe era inerente. Durante muito tempo havia esquecido que dentro de si dormia uma bela moça chamada Lili, e neste momento começa a sofrer uma grande crise de identidade sexual.

Einar passa a não se reconhecer no próprio corpo, então, diante de tantos conflitos internos, pede ajuda para Gerda, que o acompanha em vários médicos para saber o porquê daquele sentimento. Entre muitas suspeitas de insanidade e grande confusão, Einar abandona a carreira e decide viver como Lili.

Depois de muitas surpresas ao encontrar Einar vestido como Lili, Gerda começa a entender e a aceitar a identidade do marido. Após muitas frustrações, descobre a existência de um médico que pode auxiliar Einar em seus questionamentos. O médico explica o procedimento de troca de sexo que ele poderia fazer diante da queixa de Einar de estar fisicamente diferente de como sente que é.

Após Einar decidir fazer a operação de troca de sexo, Gerda, por sua vez, permaneceu ao lado de Lili durante todo seu conflito, durante a cirurgia e depois dela.

Opinei! Sobre A Garota Dinamarquesa

Esse filme traz uma biografia incrível de uma das primeiras transsexuais que fizeram troca de sexo. Durante todo o filme, a mensagem de conflito interno é comovente, porque mesmo que você não tenha as mesmas dúvidas daquele personagem, você se vê em seus questionamentos. Sofrendo porque não há respostas, sofrendo porque há respostas, a dificuldade de lidar com as decisões e a descoberta de si mesmo.

A biografia deixa claro o conflito de Lili em estar dentro de um corpo que não sentia que era seu, em vários momentos ela dizia que a natureza errou, mas que Deus acertou, porque internamente ela se sentia uma mulher. E sua decisão era corrigir o erro da natureza, para enfim, sentir-se plena e livre.

Esse questionamento sobre si mesma durou tempo suficiente para Lili admitir que era uma mulher e que queria viver como uma. A partir daí, o conflito passou de interno para externo, sua relação com o mundo estava dilacerada, por ela não estar nos padrões e não saber como se apresentar diante de pessoas que a conheciam como “Einar”, homem que ela acreditou ter morrido dentro dela e que ela não queria voltar a ter lembranças, já que ele representava todo o sofrimento da dúvida em sua vida.

Diante de muitos médicos alegando insanidade, de pessoas violentas na rua, Lili sofreu agressões psicológicas, afetivas e físicas durante todo o filme. Isso mostra a rejeição das pessoas pelo diferente, ser diferente parece uma maldição numa sociedade com pré disposição para formatos e padrões. Numa sociedade onde ser diferente, é ser anormal.

Em contrapartida, o filme tem uma grande mensagem de amor na figura de Gerda. Durante todo o percurso de Lili ela apoiou e cuidou para que tudo ocorresse bem. Mesmo quando ela mesma entrou em conflito por não saber mais o que fazer diante de um marido que agora estava se tornando sua amiga, ela continuava a apoiando até o final de sua transformação.

A sequência do filme é realmente emocionante. Ao sair da sala do cinema, muitas pessoas estavam chorando e a mim mesma me fez questionar muito. Fiquei caminhando pela avenida durante um tempo pensando em como deixamos oportunidades de amor como esse passar, e como às vezes, não nos permitimos descobrir quem somos.

Este filme está aprovadíssimo! Recomendo à todos. É um daqueles filmes que eu classificaria como #FilmesParaPensarNaVida.

Obrigada pela visita. E aproveite o filme. Depois vem aqui, e me conta como foi a experiência!

Autor:

Metamorfose ambulante, ♥

Comente sua opinião aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s