Publicado em Diversos

você realmente não acredita na bíblia?

 

Meu último post foi sobre usar frases da bíblia de forma negativa por algumas pessoas. Neste post, vou fazer uma reflexão mais uma vez sobre bíblia como obra literária, não como sagradas escrituras.

E o meu questionamento sobre a crença da bíblia, nada tem a ver com suas questões de fé. Indiferentemente se você é ateu ou não, qual sua religião, se você acredita só na ciência ou se não acredita em nada, esse texto vem falar de um livro comum, que é muito mistificado, mas que também é atributo da fé de muitos.

Longe de tirar deles o peso que para eles tem a bíblia, venho fazer uma análise de leitora que gosta de livros com qualidade. Não sou nenhuma doutora da língua, mas como escritora de contos e histórias, posso dar minha opinião sobre a amplitude que este livro tem.

A primeira coisa que vou citar sobre a bíblia é a estrutura. Eu não sei como os estudiosos definem, mas lendo-a é possível observar que existem pelo menos estas divisões: histórias, contos, poéticas e cartas. Sem falar que ela cita até biologia. Tudo bem que eu não li totalmente para definir com certeza as divisões, mas posso dizer que é uma obra eletrizante.

Muitos autores se inspiraram na bíblia para fazer suas obras, tanto como narrativa quanto como guia literário, entre eles, eu gostaria de ressaltar o grande filósofo da era moderna Immanuel Kant. E aqui, deixo uma de suas citações:

É minha fé na bíblia que me serviu de guia em minha vida moral e literária. Quanto mais a civilização avance, mais empregada será a bíblia.

Artisticamente falando, a bíblia é uma fonte riquíssima de inspiração. Pode ser um relato daquela época, mas pela sua poética é possível observar muita fantasia. Cada um que a lê chegará em um lugar no seu imaginário, e é aí que a arte acontece. Ninguém poderá ter a imagem que você tem ao ler uma das histórias.

Muitas pessoas acreditam que a bíblia seja só um livro guia de regras para as religiões, e por isso, a rejeitam como obra literária. A questão que coloquei no título, nada mais é do que essa: você realmente não acredita na bíblia? Não acredita na arte que a cerca, na poesia que lhe é inerente, nas linhas que te fazem viajar através dos séculos ou será que você não acredita na fé que as pessoas tem no Deus em que nela está escrito?

Você pode apreciá-la como obra, e ainda assim, ser ateu por exemplo. Você pode aplicar a filosofia nela presente em sua vida, ou será que você nunca conheceu uma história onde o fraco venceu, como em Davi e Golias? Você alguma vez já leu uma poesia de algum dos autores da bíblia? Vou deixar uma de Salomão para sua apreciação.

Quão formosos são os teus pés nos sapatos, ó filha do príncipe! Os contornos de tuas coxas são como jóias, trabalhadas por mãos de artista.
O teu umbigo como uma taça redonda, a que não falta bebida; o teu ventre como montão de trigo, cercado de lírios.
Os teus dois seios como dois filhos gêmeos de gazela.
O teu pescoço como a torre de marfim; os teus olhos como as piscinas de Hesbom, junto à porta de Bate-Rabim; o teu nariz como torre do Líbano, que olha para Damasco.
A tua cabeça sobre ti é como o monte Carmelo, e os cabelos da tua cabeça como a púrpura; o rei está preso nas galerias.
Quão formosa, e quão aprazível és, ó amor em delícias!
A tua estatura é semelhante à palmeira; e os teus seios são semelhantes aos cachos de uvas.
Dizia eu: Subirei à palmeira, pegarei em seus ramos; e então os teus seios serão como os cachos na vide, e o cheiro da tua respiração como o das maçãs.
E a tua boca como o bom vinho para o meu amado, que se bebe suavemente, e faz com que falem os lábios dos que dormem.
Eu sou do meu amado, e ele me tem afeição.
Vem, ó amado meu, saiamos ao campo, passemos as noites nas aldeias.
Levantemo-nos de manhã para ir às vinhas, vejamos se florescem as vides, se já aparecem as tenras uvas, se já brotam as romãzeiras; ali te darei os meus amores.
As mandrágoras exalam o seu perfume, e às nossas portas há todo o gênero de excelentes frutos, novos e velhos; ó amado meu, eu os guardei para ti.
Cânticos 7:1-13

É importante lembrar que ler este livro incrível, pode transformar você. Não porque você será iluminado ou seja lá o que acontecerá contigo, mas uma obra de tamanho esplendor literário, transforma qualquer ser humano.

Boa leitura!

Autor:

Metamorfose ambulante, ♥

7 comentários em “você realmente não acredita na bíblia?

  1. Belíssima reflexão, e é verdade,muitos grandes homens e mulheres,encontram suas inspirações diariamente,lendo a Bíblia, fonte inesgotável de sabedoria e conhecimento,sim podemos ser transformados por esse livro cativante.

    Curtir

  2. Ótimo texto. Mas vejo a bíblia apenas como uma obra literária (fruto de sua época), às vezes de ficção. E desatualizadíssima comparado com os dias atuais ou até uns séculos atrás, para ser levada a sério. Até porque a apesar de beleza destacada por vc, há muita desgraça, ódio, etc. em seus salmos e versos.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Ótimo texto. Mas vejo a bíblia apenas como uma obra literária (fruto de sua época, o que faz que não possa ser levada a sério nos dias atuais), às vezes de ficção. E além da beleza destacada por vc, não podemos nos esquecer nos seus inúmeros salmos e versos de rancor, ódio, submissão, etc.

    Curtir

    1. É o modo que aprendemos a ver desde criança. Para mim é um retrato das histórias pelos homens daquele tempo. É como se alguns de nós resolvessem escrever um livro sobre o nosso tempo. Se você pense a nível espiritual, ainda recebemos mensagens de Deus, ainda temos um centro ditador e etc… Acho que as pessoas afastam muito da realidade a Bíblia e colocam este livro num lugar que transcende. Eu vejo homens antigos falando de seu tempo como exemplo para nós. Se existe a voz de Deus? Como pode não haver? Somos humanos, obra dele. Nós também somos a voz de Deus em alguns momentos!
      Beijinhos Fernanda!

      Curtido por 1 pessoa

  4. Prezada Ana,

    li várias o velho e novo testamento bíblicos, contemplei a beleza dos poemas, versos e textos que citam os povos, seus valores e tradições. Entretanto, precisamos situar a bíblica no atual momento vivido pela humanidade cujo maior drama, além da pobreza extrema que encontramos em nosso próprio país, ainda temos o fundamentalismo religioso como a maior ameaça para a paz mundial.

    O problema da bíblia está no fato de que seus textos tentam atribuir uma ética e moral cuja origem é a metafísica; bem sabemos hoje que a metafísica perdeu completamente seu status de formadora de opiniões que possam nos conduzir para alguma verdade aceitável.

    Conforme o conhecimento científico e principalmente epistêmico, estamos diante de uma realidade completamente independente de influências externas, sejam metafísicas ou espirituais.

    O professor de filosofia da Universidade de Londres, A. C. Grayling, escreveu “O bom livro” – o Livro que mantém vários ensinamentos bíblicos, mas excluiu Deus.

    https://rcristo.com.br/2016/04/24/o-bom-livro-de-a-c-grayling-uma-biblia-sem-deus/

    Dewey também afirma:

    “só atingiremos a maturidade política no momento em que conseguirmos dispensar qualquer cultura metafísica, qualquer cultura que creia em poderes e forças não-humanas”.

    O cientista Sean Carroll explica detalhadamente no vídeo abaixo, qual é o propósito da vida:

    Seu blog é muito interessante, parabéns pela iniciativa, gosto de ler suas impressões. Bjs.

    Curtir

Comente sua opinião aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s