Publicado em Poematizese

Chapada Diamantina – Leveza e muita energia

chapada 1
Cachoeira da Fumaça

Vamos falar de lugares onde suas energias se renovam a cada suspiro?

Partiu?

Chapada Diamantina!

Localizada na Bahia, reúne aproximadamente 24 municípios. Um lugar  onde nascem quase todos os rios das bacias do Paraguaçu, do Jacuípe e do Rio de Contas. Por trás de uma geologia fascinante a chapada se tornou um atrativo de prioridade aos viajantes.

Fora a beleza natural, podemos afirmar com toda certeza que você chega na chapada de uma maneira e sai completamente de outra! ( falando no melhor sentindo do universo). Lá é um lugar mágico, sua alma entra em transição, suas energias se renovam e realmente você se sente vivx, sua alma, seu corpo entram em um contato profundo com a natureza e contigo mesmo. Surreal!

Como chegar:

Salvador ( avião ou ônibus) -> Chegando em Salvador, tu deverá pegar um ônibus até Palmeiras. De lá seus destinos serão inúmeros. Sendo eles:

  • Vale do Capão
  • Mucugê
  • Lençóis
  • Ibicoara
  • Iraquara

Dentre os 24 municípios, fizemos uma escolha pelos lugares que mais nos chamariam a atenção( os acima) e depois poderíamos trilhar pelos demais. Porém, não foi isso que aconteceu! hahahahaha

Visitamos apenas o Vale do Capão e Lençois. De inicio era para ser 2 semanas de viagem. E se tornou mais de 1 mês. Acreditem, quando digo que é encantador não estou mentindo.

Sobre o Vale do Capão. O capão foi o lugar onde ficamos mais tempo, os lugares para se conhecer são sensacionais.  Morro do Pai Inácio, Rio Preto, Poço do Gavião, Cachoeira da Fumaça (tu pode fazer a trilha tanto por cima quanto por baixo), Águas Claras, Riachinho, Cachoeira da Purificação e a trilha do Pati. Possivelmente devem haver algumas outras, mas conhecemos essas.

Cada trilha tem seu nível de dificuldade, podemos dizer que de acordo com nossos passos, elas chegaram a ter uma duração aproximadamente de 2hs ( só para ir) não me recordo de termos demorado mais do que isso.

O Pati, é uma excessão, la tu vai e faz um caminho de uns 5 dias +/- fazendo camping selvagem e passando pela casa da galera que faz uma recepção mais calorosa impossível. É um teste de resistência entre você X você.

Há inúmeros guias, conhecemos vários e todxs eram maravilhxs. Porém as trilhas que fizemos, foi por conta ( um tanto que arriscado, pois o risco de se perder é um pouco grande digamos assim). No camping onde estávamos conhecemos um pessoal que já estava lá ha mais de 5 meses. E com isso acreditamos e fomos de coração aberto e conhecemos tudo! De uma maneira bem roots completamente maravilhosa.

O capão é um vilarejo. Com isso é bem pequeno, mas cheio de amor. Tem um coreto na praça que sempre rola um forrozinho e muita musica. Boa parte do pessoal que reside la, é uma comunidade alternativa. Muitxs chegaram, se apaixonaram  e decidiram iniciar um novo ciclo. Há muito misticismo, praticas de bem estar ( yoga, circo, dança, musica, arte, terapias holísticas etc).

Alimetação.

Há lugares para se comer de todos os tipos. Não comemos em nenhum restaurante, faziamos uma super vaquinha e cozinhávamos no camping (isso dava uns 3,50 por pessoa). Tem muitas opções vegetarias ( o que é maravilhosamente lindo). Tem uma padaria que chama Licuri, se tu não comer um pãozinho caseiro desse lugar, não sabe o quanto esta perdendo. Cada dia da semana é um sabor diferente! Milho, cenoura dentre outros..

Onde Ficar

Tem para todos os gostos. Desde campings ate pousadinhas e pequenos chalezinhos. Ficamos no camping de Seu Dai. Um senhor fofo. Descendo um pouco o camping tem um riozinho que de manha e a tardinha é uma delicia para ficar brisando e observando. As opções são muitas!

As coisas são baratas e acessíveis. Só de lembrar já queremos voltar! hahahaha

 

Lençois

Já é bem maior que o Capão! Um pequena cidade digamos assim, ja tem barzinhos, muitas lojas, algumas coisas já são mais caras. Sentimos uma diferença muito grande quando saimos do Capão e chegamos em Lençois. Dos lugarespara se conhecer lá:

  • Serrano
  • Salão de areia
  • Cachoeira do Mixila
  • Cachoeira do Sossego
  • Cachoeiro do mosquito
  • Cachoeirinha
  • Mucugezinho
  • Poço do Diabo
  • Ribeirão do meio
  • Gruta do Lapão

Dentre outras….

Em Lencois acampamos na Ilha da Lua Camping. La realmente parece que estamos na lua. Uma verdadeira cratera Lunar. Lá ja foi bem mais roots. Tivemos que fazer uma fogueira para cozinhar(imagina que em um dias dias cozinhamos ao ar livre e acompanhamos um eclipse. nada  mais a declarar sobre isso hahahahaha), água gelada para o banho. Na época o camping estava em manutenção então trocamos a hospedagem por auxilo nas manutenções. Trabalho duro, mas foi gratificante. Lá acontece um festival chamado Ressonar ( depois procurem na internet! é muita vibe)

Como citado acima, as opções de alimentação são inúmeras! lugares para ficar também! Agradando a todo tipo de viajante!

chapada2maca.jpg
Visitante especial do camping

O mais importante dessa viagem foi ter contemplado cada lugar,a essência e toda a intensidade que nosso corpo puderá suportar! Amigos durante o caminho, histórias, experiencias, amores e o mais importante de todos: SE PERMITIR a vivenciar cada momento.

Contamos aqui, um pouco da nossa experiencia nesse lugar maravilhoso. As histórias são inúmeras, mas aqui se fez um pequeno resumo. Qualquer coisa manda mensagem que no que pudermos ajudar, vamos ajudar! O que importa é compartilharmos nossas experiencias e assim seguir na evolução!!!

VEM VIAJAR, VEM!

Post por Daniela França.

 

 

Autor:

Metamorfose ambulante, ♥

Comente sua opinião aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s